Você sabe o que é a NR–17 e como ela se aplica ao call center?

A qualidade de vida dos operadores sempre foi uma preocupação no seu call center? Sabia que, além do interesse genuíno, há também uma razão burocrática para que este tema seja prioritário na sua operação: a norma regulamentadora 17 (NR-17).

Em outras palavras, não basta a empresa ter a boa intenção de proporcionar conforto e segurança aos seus colaboradores, é preciso seguir algumas normas e torná-las evidentes perante o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). Entenda!

O que é, afinal, a NR-17?

A NR-17 é expedida pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) e regulamentada pela Portaria Nº 3.214 (08 de Junho de 1978), responsável pela aprovação das normas regulamentadoras do capítulo V, Título II, da CLT (consolidação das leis do trabalho), visando segurança e medicina do trabalho.

A NR-17 trata especificamente de ergonomia, ou seja, trata de como as empresas devem adaptar as condições de trabalho às características físicas e psicológicas dos trabalhadores, tornando o ambiente de trabalho mais confortável, seguro e eficiente.

Características da NR-17

A estrutura da NR-17 está alicerçada em cinco pilares:

  • Levantamento, transporte e descarga individual de materiais.
  • Mobiliário dos postos de trabalho.
  • Equipamentos dos postos de trabalho.
  • Condições ambientais de trabalho.
  • Organização do trabalho.

No caso específico dos call centers, há um anexo especial, que você verá a seguir.

Anexo II: Trabalho em Teleatendimento/Telemarketing

O Anexo II da NR-17 mostra as regras para todo e qualquer tipo de trabalho exercido em um ambiente de call center. Vamos a um detalhamento maior dos pilares deste anexo:

Mobiliário do posto de trabalho

Para o trabalho feito em pé, é necessário proporcionar mobiliário com o qual o trabalhador possa variar em sua postura, com ajustes de fácil manuseio; monitores de vídeo e teclado devem ter regulagem independente.

A norma também fala das medidas ideais das mesas (profundidade da superfície, altura e largura), da altura dos acentos etc.

Equipamentos dos postos de trabalho

Em relação aos equipamentos, o anexo II da NR-17 normatiza o uso de head fones e protetores de orelha individuais, a manutenção dos equipamentos de trabalho e diz que “toda introdução de novos métodos ou dispositivos tecnológicos que traga alterações sobre os modos operatórios dos trabalhadores deve ser alvo de análise ergonômica prévia, prevendo-se períodos e procedimentos adequados de capacitação e adaptação”.

Condições ambientais de trabalho

O anexo II fala sobre as condições de trabalho ideais, desde a acústica até a temperatura, passando por regulamentos técnicos do MPE para instalação de climatizadores e outros equipamentos que proporcionem mais conforto no call center.

Organização do trabalho

Neste pilar, a NR-17 trata da quantidade de horas trabalhadas, bem como das folgas a serem concedidas aos operadores de telemarketing, a fim de proporcionar melhor qualidade de vida.

Capacitação dos trabalhadores

A norma regulamentadora exige que todos os funcionários, inclusive os temporários, sejam devidamente treinados e dá diretrizes de como isso deve ser feito.

Condições sanitárias e de conforto

Neste item, ficam claros como devem ser tratados desde os atestados de saúde ocupacional até as férias dos trabalhadores, passando também por condições ergonômicas, relatórios de acidentes no trabalho etc.

O anexo se assemelha aos demais capítulos da NR-17 quando trata de trabalhadores com deficiência física e apresenta, ao final, algumas “disposições transitórias”, com ressalvas dos itens anteriormente mencionados para casos específicos.

Você já conhecia os detalhes da NR-17? Deixe seu comentário!

Gerenciamento de pessoas